Bem, aos apreciadores de linux, quem nunca se deparou em uma situação de baixar um arquivo da internet, ou mesmo receber um anexo de email, e notou que a extensão do arquivo compactado era tar , tar.gz ou tar.bz2 , e precisou descompactá-los via linha de comando.

Cada uma dessas extensões vem de métodos de compactação diferentes, que geram diferentes tamanhos. Os mais comuns são tar.gz e tar.bz2.

tar

Apesar de não ser tão usado por não gerar nenhuma compactação, ele permite guardar varios arquivos num único arquivo.

Juntando algums arquivos, num único: