Acelerando seu Drupal com Boost

Confira através deste artigo, como tunar o seu drupal através do boost, um módulo essencial para melhorar a performance do seu site.


Evitando ações duplicadas no javascript do seu Drupal 7

Você já deve ter passado por aquela situação em que seu javascript está se comportando de maneira estranha, e está sendo executado várias vezes, sem nenhuma lógica.


Utilizando o drush para colocar ou tirar o seu drupal 6 no estado de manutenção

Muito simples, para deixar o seu site em estado de manutenção:

drush vset site_offline 1

Para tirar o estado de manutenção do seu site, o contrário:

drush vset site_offline 0


Acessando seu drupal em uma subpasta direto da url raiz

Muitas vezes, acaba sendo ruim lançar todos os arquivos do drupal diretamente na raiz do seu ftp, pois as vezes tem arquivos de log do apache, de emails, entre outros. Portanto, por muitas vezes é melhor criar uma subpasta, e lançar lá os arquivos da sua instalação drupal. Supondo que sua raiz no servidor seja /home/usuario/public_html/, o ideal é criar uma pasta, por exemplo, do tipo /home/usuario/public_html/sitedrupal/.


Automatizar abertura de PDFs em target blank

Já passou por uma situação em que todos os links para PDF do seu site deveriam ser em uma página externa?

Bem, para você não precisar localizar todos os links, e colocar target blank em um por um, segue um scriptizinho jQuery que automatiza o processo:

$(function(){
$("a[href$=pdf]").attr('target', '_blank');
});

Você pode também estender para arquivos com outras extensões como doc, xls, ppt, e etc.


Rollover de imagens com jQuery

Bem, neste post estarei colocando como podemos criar rollover de imagens de maneira muito fácil e prática.

Para iniciar, é necessário a biblioteca jQuery. E também a seguinte extensão jquery.rollover.js, caso não tenha uma pasta específica que guarde apenas seus arquivos javascript, o ideal é que crie uma pasta js, por exemplo, e coloque esses arquivos dentro da mesma.


Rodando IE6, IE7 e IE8 na mesma máquina

É isso mesmo, vocês entenderam bem, agora, vocês tem a possibilidade de ter todos os IEs rodando numa mesma máquina.


Compactação e Descompactação de arquivos no Linux

Bem, aos apreciadores de linux, quem nunca se deparou em uma situação de baixar um arquivo da internet, ou mesmo receber um anexo de email, e notou que a extensão do arquivo compactado era tar , tar.gz ou tar.bz2 , e precisou descompactá-los via linha de comando.

Cada uma dessas extensões vem de métodos de compactação diferentes, que geram diferentes tamanhos. Os mais comuns são tar.gz e tar.bz2.

tar

Apesar de não ser tão usado por não gerar nenhuma compactação, ele permite guardar varios arquivos num único arquivo.

Juntando algums arquivos, num único: